domingo, 25 de outubro de 2009


Assaltantes fazem arrastão em ônibus de turistas no Litoral Sul




assageiros de um ônibus da empresa de turismo Papatour viveram momentos de tensão durante um assalto na manhã deste domingo (25) na praia de Camurupim, Litoral Sul do Rio Grande do Norte. Cinco homens armados de revólveres e facas foram os responsáveis pelo arrastão. Dinheiro, cartões de crédito, documentos e pertences das vítimas, tudo foi levado pelo bando, que fugiu a pé sem ser incomodado.

Júnior SantosÔnibus com turistas foi assaltado na praia de CamurupimÔnibus com turistas foi assaltado na praia de Camurupim

O assalto ocorreu às 9h45, no momento em que os turistas desciam do ônibus para um restaurante. Cerca de cinco dos 31 passageiros já haviam saído do veículo quando os assaltantes se aproximaram e mandaram todos voltarem para dentro. Quatro suspeitos subiram no ônibus para o arrastão, enquanto outro ficou dando cobertura aos comparsas na rua.

Sob a mira de revólveres, os turistas foram ameaçados e obrigados a entregar tudo o que tinham. Um dos passageiros, o professor carioca Marcos Teodoro, relatou que o assalto aconteceu em um forte clima de tensão. Os bandidos chegaram a encostar facas no pescoço das vítimas, e deixaram as pessoas assustadas, sobretudo os idosos, que eram maioria entre os ocupantes do ônibus.

Após o arrastão, os cinco assaltantes fugiram a pé. De acordo com o motorista do ônibus, eles só deixaram o veículo quando perceberam a movimentação do lado de fora. O dono de um restaurante nas proximidades acionou a polícia, mas o socorro só chegou meia hora depois do assalto.
Júnior SantosO professor Marcos Teodoro era um dos passageiros do ônibus de turismoO professor Marcos Teodoro era um dos passageiros do ônibus de turismo

Como se não bastasse o perigo a que ficaram expostos, os passageiros ainda tiveram mais transtornos após o assalto. Logo após o crime o ônibus foi até a Delegacia de Nísia Floresta para prestar queixa sobre o ocorrido, porém por falta de pessoal, não foi possível fazer o Boletim de Ocorrência. As vítimas tiveram de se deslocar até a Delegacia de Plantão da Zona Sul para realizar o procedimento. 

O professor Marcos Teodoro reclamou da falta de policiamento e disse não ter visto nenhuma viatura fazendo a segurança do local. Ao ser perguntado que imagem seria levada de Natal, o carioca disse já conhecer a cidade, e lamentou pelas outras vítimas.

Um comentário:

RONDA DO SERTÃO disse...

Olá companheiros, sou o Cabo Azevedo da Paraiba e estive visitando eese maravilhoso blog, ao mesmo instante que também add ao meu. Agora sou seu seguidor e terei o maior prazer de te-los como nosso seguidor também. Valeu um forte abraço
www.rondadosertao.blogspot.com